NINA ERNST - DUNKLES LICHT

A cantora e atriz Nina Ernst usou a fase de silêncio para escrever novas canções com suas próprias letras. Melancólica, mas também humorística, ela dá ao ouvinte uma visão da sua alma. O álbum “Dunkles Licht” (luz escura) é como uma pintura desta época, que é envolvida por um som calmo e misterioso com os arranjos do pianista Tino Derado e outros músicos de jazz de primeira classe:

Nina Ernst (voz), Tino Derado (piano), Max Hacker (flautas, clarinete, saxofone), Raphael J. Zweifel (violoncelo), Andreas Weiser (percussão)

As canções em língua alemã contêm vários elementos de chanson, jazz, sons orientais e canções líricas. O amor pela música e cultura brasileira influenciou fortemente Nina Ernst a escrever suas canções. As numerosas viagens a seu país favorito tiveram um grande impacto sobre ela. Assim, duas canções brasileiras dos compositores Nelson Ayres e André Mehmari / Thiago Torres da Silva também podem ser ouvidas.

Em 2022, o álbum foi gravado no Jazzanova Recording Studio em Berlim, produzido por Nina Ernst. Ainda não foi lançado. O projeto foi apoiado pela Die Beauftragte der Bundesregierung für Kultur und Medien, Neustart Kultur e GEMA.

“Nina Ernst tem voz etérea, espiritual e suas composições trazem muita originalidade. Bossa Brasileira é uma influência forte, que aliada a belos layers de reverbs e delays introduz uma música de estética muito original.” - Ed Motta

“Adorei a gravação, lindo. Me deixou muito feliz.” - Nelson Ayres

“Adorei o conceito todo e achei a produção de alta qualidade. Fico feliz em fazer parte!” - André Mehmari

Facebook